Investimento para iniciantes

Solicite seu empréstimo agora, preencha nosso formulário de cotação, clique aqui.

Investimento para iniciantesSempre que sobra um dinheiro extra, o brasileiro tem o hábito de colocá-lo na poupança, achando que está fazendo um bom investimento na hora de aplicá-lo. Em outros momentos, realmente essa foi uma boa opção, porém hoje existem investimentos mais atrativos e que dão um retorno melhor.

O que o investidor iniciante precisa entender é que guardar dinheiro não é a mesma coisa que investir. Ter uma reserva na poupança para casos de emergência até pode ser uma boa saída, mas o investimento visa dar um retorno financeiro, e para isso ele precisa render mais do que a inflação.

Como começar a investir

Em primeiro lugar, é preciso ter algum dinheiro para investir se você quiser se tornar um investidor. Por isso, junte dinheiro por um tempo e tenha ciência que ele não poderá ser gasto, não pelo menos enquanto estiver investido. O valor necessário vai depender de qual investimento será feito, mas os mais atrativos costumam pedir uma aplicação mínima, que pode variar de R$ 500,00 a R$ 5.000,00.

Tendo o dinheiro, é preciso conhecer quais são as opções de investimento e já aviso que são muitas: poupança, CDB, títulos do tesouro, ações, imóveis, entre outras tantas. Por isso, vale a pena ler um pouco sobe cada uma delas e conhecer como elas funcionam.

O seu perfil de investidor também precisa ser identificado. Para as pessoas que não têm medo de se arriscar talvez valha mais a pena investir em rendimentos pré-fixados (as taxas variam de acordo com o mercado), já os pós-fixados (sabe-se o quanto vai render antes de fazer a aplicação) são para os mais conservadores.

Escolhendo o investimento e fazendo a aplicação

Com exceção da poupança, a maioria dos outros investimentos cobram taxas, tais como taxa de administração, IOF, imposto de renda, entre outras. Essa variável também deve ser considerada, pois às vezes se faz uma conta pensando apenas no rendimento e se esquece de descontar todas as taxas. Resultado: o retorno é menor do que o previsto.

Tenha calma

Depois de feito os investimentos é preciso ter calma para que eles comecem a dar retorno. Alguns possuem juros diários e outros mensais, só que para que o valor seja significativo pode levar meses.

Outro ponto importante é considerar o período mínimo do investimento, já que alguns exigem que a aplicação fique investida por X meses para dar o retorno máximo, por isso nada de retirar antes da hora.

Seguindo os passos, tendo orientação de um profissional e acompanhando os seus investimentos você conseguirá colher bons frutos, e assim cada vez mais fazer os investimentos certos.

Solicite seu empréstimo agora, preencha nosso formulário de cotação, clique aqui.

Sobre o autor: Jeniffer Elaina da Silva

Jeniffer Elaina trabalha como Editora freelancer, tendo mais de cinco anos de experiência em escrita e revisão de artigos para web. É formada em Marketing com pós-graduação em Administração de Empresas na FGV Bauru. Sua maior paixão é poder compartilhar conhecimentos e aprender um pouco mais a cada dia.

Discussão

Sem comentários. Seja o primeiro a responder!

Postar um comentário