February 27 2013

Rodrigo Leone

Investimento – Fundo de Ações





Solicite seu empréstimo agora, preencha nosso formulário de cotação, clique aqui.

Fundos de Ações

O que é: aplicação administrada por uma instituição financeira em que os recursos são investidos em ações.[leadform03]

Quanto rende: o rendimento é variável, como para as ações.

Quanto cobra: há cobrança de taxa de administração (de 0,5% a 3% anualmente) sobre o valor total aplicado, além do IR decrescente sobre os rendimentos. As vezes, há cobrança de uma taxa de performance.

Vantagem: além das vantagens das ações, não há necessidade de acompanhamento diário das movimentações, o que fica a cargo do gestor do fundo.

Desvantagem: além das desvantagens das ações, existe a cobrança da taxa de administração e a impossibilidade do investidor escolher os ativos nos quais quer investir.

Para quem é indicado: para quem tem estômago para agüentar os altos e baixos, mas não tem tempo disponível para operar diretamente. Vale ressaltar que, dada a natureza de longo prazo investimento, optar por um fundo de ações passivo (aquele em que o administrador compra ações, mas não opera aproveitando os altos e baixos. Por exemplo, a maioria dos fundos de ações da Petrobras e da Vale), em detrimento de operar diretamente, é inaceitável, pois as operações serão casuais. Além disso, o investidor pagará ao gestor do fundo – em muitos casos – para não fazer quase nada. Se tiver que optar por um fundo de ações, escolha um fundo de gestão ativa.

Sobre o autor: Rodrigo Leone

Rodrigo Leone é doutor em Otimização, mestre em Matemática e especialista em Administração Financeira. Consultor financeiro pessoal e empresarial. É redator-chefe do Blog Vou Investir do Diário de Pernambuco e também professor do mestrado profissional em Administração da Universidade Potiguar (RN) e do Ibmec (RJ).


Discussão

Sem comentários. Seja o primeiro a responder!

Postar um comentário